Como usar o crédito consignado para quitar cheque especial

Imprevistos aconteceram, as dívidas foram se acumulando, você perdeu o controle e, quando percebeu, já estava no cheque especial. Mas, antes que a situação se agrave ainda mais, você pode usar o crédito consignado para quitar cheque especial.

Responsável pelas dores de cabeça de muita gente, o cheque especial é um crédito facilmente liberado na conta dos clientes. Porém, essa praticidade de ter dinheiro à disposição vem com uma conta cara.

Continue a leitura do texto para descobrir como o empréstimo consignado pode te livrar dos problemas do cheque especial. Compare as duas modalidades de crédito e entenda como vale a pena trocar uma dívida por outra mais barata.

Entenda como funciona o cheque especial?

O cheque especial é um limite já previamente aprovado, que é disponibilizado na conta corrente do cliente quando este usa todo o saldo positivo. Quem tem conta corrente em qualquer banco com certeza já foi informado sobre este recurso.

Quando o saldo existente é totalmente usado, o banco começa a liberar crédito. A intenção é cobrir os gastos da conta. Porém, antes que o cliente perceba, os juros já começaram a rolar.

O valor limite do cheque especial varia de banco para banco e de acordo com o histórico de cada um. Isso pode se tornar uma bola de neve, que faz com que o cliente se endivide cada vez mais.

O cheque especial nos dá sensação de tranquilidade, contamos que as contas estão cobertas. Porém, essa modalidade de crédito funciona quase como um empréstimo pessoal. Ou seja, fica caro. Além dos juros, há a cobrança também de taxas.

Vale a pena evitar o uso do cheque especial. Este deve ser usado somente em casos de extrema emergência. Quem se acostuma a usá-lo como um “complemento da renda” pode ter grandes dificuldades para se livrar do endividamento.

Como funciona o crédito consignado para quitar dívidas?

O empréstimo consignado é um tipo de crédito semelhante ao pessoal. Porém, suas parcelas são descontadas diretamente do pagamento do cliente, seja salário ou benefício do INSS. Sendo assim, o crédito consignado apresenta menores taxas.

As taxas são mais baixas porque, como não há risco de inadimplência, o banco tem segurança. Este tipo de empréstimo foi criado, principalmente, para aposentados, pensionistas e servidores públicos. Militares das Forças Armadas e funcionários de empresas privadas também têm direito.

Porque usar crédito consignado para quitar cheque especial?

O dinheiro adquirido por meio do crédito consignado pode ser usado de qualquer maneira, a critério do cliente. Diferentemente de um financiamento. Sendo assim, pode-se solicitar um empréstimo consignado para quitar o cheque especial.

Trocar uma dívida cara por outra mais barata

Segundo informações divulgadas pelo Banco Central, a taxa de juros do cheque especial atualmente está próxima dos 13% ao mês. Os altos valores se devem ao fato de esse empréstimo não ter garantia nenhuma.

Já o crédito consignado tem limite de juros estipulado por lei. Mesmo variando entre os bancos, a taxa não pode ser superior a 2,08% ao mês no empréstimo. O cartão de crédito consignado não pode ultrapassar os 3% ao mês de juros.

Comparando o Custo Efetivo Total dos créditos, fica fácil entender porque compensa usar crédito consignado para quitar cheque especial. Você consegue se livrar de uma dívida que tem quase 331% de juros ao ano!

Renegociar a dívida

Caso você seja aprovado para receber um empréstimo consignado, terá dinheiro em mãos para renegociar a dívida. Sendo assim, fica mais fácil quitar todo valor que deve ao banco pelo uso do cheque especial.

Oferecendo pagamento à vista, qualquer instituição financeira estará aberta a discutir melhores formas de quitar o empréstimo. É vantajoso para você, que se livra de uma dívida cara. E é vantagem para o banco, que garante recebe um dinheiro em atraso.

Liberar crédito junto ao banco

O endividamento por meio do cheque especial pode te custar caro. Não somente pelos juros cobrados. Mas também por diminuir sua pontuação de crédito e entrar para seu histórico de cliente bom pagador ou não.

Uma vez que a dívida é paga, além de evitar o crescimento de uma bola de neve, você ainda melhora sua pontuação de crédito. O crédito consignado para quitar cheque especial pode contribuir para seu histórico.

Vale ressaltar que, caso você já esteja com o nome sujo, o crédito consignado continua sendo uma opção. Isso porque o banco não consulta o SPC ou SERASA na hora de conceder o empréstimo.

Margem consignável

O que o cliente precisa ter disponível para usar o crédito consignado para quitar cheque especial é a chamada margem consignável. Vamos entender melhor. A margem consignável é o limite que cada um tem disponível para pagar as parcelas do empréstimo consignado.

Por lei, cada pessoa só pode comprometer 35% de sua renda mensal com o pagamento de créditos consignados. Independentemente de quantos empréstimos a pessoa possua, ela só pode gastar 35% de seu salário ou benefício INSS.

Desse teto, 30% é para empréstimo consignado e 5% para o cartão de crédito consignado. Ou seja, o máximo de dinheiro que você vai conseguir emprestado depende de seu contracheque. E de quanto deste valor já está comprometido.

Ter mais tempo para quitar a dívida

O prazo para pagamento de um empréstimo consignado depende de alguns fatores: categoria e idade do cliente e valor emprestado.

Aposentados e pensionistas do INSS tem até 72 meses para quitar o empréstimo (novamente, isso depende da idade do cliente). Já os servidores públicos podem pagar o valor em até 96 meses, ou seja, oito anos.

As parcelas são fixas e descontadas diretamente do seu pagamento. Você vai ter mais tempo para pagar um valor menor, sem correr o risco de atrasar uma parcela e ainda receber multas.

Sempre que possível, evite cair nas facilidades oferecidas pelos bancos. Antes de escolher qualquer modalidade de empréstimo, pesquise a respeito e faça simulações. Considere usar o crédito consignado para quitar cheque especial.

Gostou do conteúdo deste texto? Então, entre em contato conosco e receba outras matérias sobre o assunto. Dessa forma, podemos te ajudar a colocar suas finanças em dia! Vamos lá?