Quais as diferenças entre o crédito consignado e cartão Consignado

Em se tratando de empréstimos e solicitação de créditos para uso pessoal, existe uma infinidade de opções no mercado. Saber qual escolher é que é o problema, uma vez que até mesmo os nomes são parecidos como é o caso do crédito consignado e cartão consignado.

Uma das primeiras informações a qual se deve atentar é acerca das taxas de juros. Empréstimos devem apresentar um equilíbrio entre juros mais baixos e maiores vantagens, ou o famoso custo-benefício.

Sendo assim, a análise das próprias finanças, e a pesquisa pelas melhores ofertas de empréstimo é a coisa certa a se fazer. É preciso verificar o valor total dos juros, a quantidade de parcelas disponíveis, os procedimentos de solicitação.

Preparamos esse post para auxiliá-lo com as informações mais importantes acerca de empréstimos, a diferença entre crédito e cartão consignado e quais são as maiores vantagens de ambos. Continue a leitura e saiba qual escolher.

O que é o crédito consignado?

O crédito ou empréstimo consignado é uma modalidade de crédito em que as parcelas são debitadas diretamente da folha de pagamento do solicitante. Trata-se de um empréstimo mais fácil de pedir e conseguir a aprovação cadastral.

Além disso, o crédito consignado ainda conta com as menores taxas de juros. Esse benefício é possível porque o banco não corre muitos riscos de inadimplência. Por sua vez, o solicitante se beneficia com a facilidade na solicitação, e a rapidez com a qual o dinheiro entra na conta.

Uma outra vantagem do empréstimo consignado é que os valores das parcelas e as taxas de juros obedecem aos tetos estipuladas por lei. Desta forma, as taxas de juros não ultrapassam 2,08% ao mês. As parcelas devem ser inferiores a 30% do valor do salário ou benefício.

O que é o cartão de crédito consignado?

A grande maioria das instituições financeiras e bancos que oferecem o serviço de empréstimo consignado, trabalha com o cartão consignado. Foi dito acima que  as parcelas ao mês devem estar abaixo de 30% do salário mensal.

Sendo assim, os bancos instituíram uma porcentagem de 5% que é direcionado ao uso do cartão de crédito. Desta forma, o valor total do empréstimo fica em 35% do valor do salário.

O cartão de crédito consignado funciona como um cartão de crédito comum, mas a diferença é que seu uso está atrelado ao empréstimo consignado. Além disso, essa facilidade é direcionada a apenas certo tipo de público.

Quem pode solicitar os serviços de crédito e cartão consignado

Ainda que seja um serviço muito fácil de solicitar, tanto o crédito quanto o cartão consignado não estão disponíveis para todos os públicos. Existem públicos específicos que podem utilizar esses serviços.

Aposentados, pensionistas do INSS, funcionários públicos federal, estadual e municipal, assim como militares das forças armadas. Funcionários de empresas privadas podem fazer uso do serviço desde que a empresa seja conveniada de um banco que disponibiliza o serviço.

Diferenças entre crédito consignado e cartão consignado

Limite de crédito

O limite de crédito do cartão consignado depende da margem consignada. O valor da margem consignada liberado por lei é de 30% para o empréstimo e de 5% para o cartão de crédito.

Sendo assim, essa porcentagem deve ser calculada tendo em vista o valor total do salário do mês. Mas, ainda que cada banco ou instituição financeira possa contar com seus próprios métodos de cálculo, a margem consignada de 5% para cartão de crédito deve ser respeitada.

Taxa de juros

Tanto o crédito consignado quanto o cartão de crédito obedecem às taxas e juros estipuladas por lei. Esse tipo de empréstimo possui um teto, ou seja, um valor máximo que não deve ser ultrapassado.

Para aposentados e pensionistas do INSS, a taxa de juros do empréstimo consignado é de 2,08% ao mês. O cartão de crédito possui juros um pouco maiores, que é de 3% ao mês. Ainda assim, o valor é bem mais baixo que os dos cartões de crédito convencionais.

Servidores públicos pagam no empréstimo consignado 2,05% ao mês, enquanto no cartão de crédito o valor é um pouco acima de 3,50% ao mês.

CET (Custo efetivo total)

O CET é o valor total das taxas e custos contratuais, considerando tanto o empréstimo consignado quanto o cartão de crédito. Essas tarifas e custos podem ser:

  • taxa de juros;
  • taxa para análise de crédito;
  • imposto sobre operações financeiras (IOF);
  • taxa de abertura de crédito (TAC);
  • taxas administrativas em geral;
  • taxa de manutenção de cadastro;
  • Tarifas diversas (a serem detalhadas no contrato).

Formas de pagamento

Tanto o pagamento do empréstimo consignado quanto do cartão de crédito, são feitos por débito dos valores na folha de pagamento. No entanto, se por um lado o valor do empréstimo é o mesmo todos os meses, o do cartão pode variar.

É preciso levar em consideração também a margem consignável. A porcentagem designada ao cartão de crédito é de 5%, portanto, se o solicitante ultrapassa essa margem, o valor debitado será o mínimo. O restante é possível ser pago por boleto.

Prazo para pagamento

O empréstimo consignado é debitado todos os meses na mesma data e automaticamente, segundo o contrato. Em relação ao cartão de crédito o processo possui uma particularidade.

Se o contratante utilizou apenas 5%, este valor será debitado no mesmo dia do vencimento do empréstimo consignado. Se o valor ultrapassar essa porcentagem, o restante deverá ser pago via boleto até o vencimento estipulado na fatura.

Caso a data seja ultrapassada, pode ser que na próxima vez venha tarifação e juros correspondentes. Se o pagamento correr de acordo com o vencimento, não há nenhuma cobrança adicional, ainda que a margem consignada tenha sido ultrapassada.

Em se tratando de cartões de crédito, o cartão consignado possui vantagens que podem ser interessantes. Os juros reduzidos, a falta de burocracia na solicitação, a facilidade de pagamento são algumas delas.

Crédito consignado e cartão consignado podem ser ótimas opções para quem quer utilizar o dinheiro disponibilizado sem comprometer o orçamento. Gostou deste artigo? Ficou alguma dúvida? Deixe um comentário para que possamos esclarecê-la.